Primeiro brasileiro campeão mundial de surf – 2014
#VaiMedina
Primeiro brasileiro campeão mundial de surf – 2014
#VaiMedina

Gabriel Medina

  • IDADE 23
  • PESO 77
  • ALTURA 1.80
  • MUNDIAIS 2014
  • CT RANK 2017 2
  • NÚMERO 10
  • PT MÉDIA 17 14.43

Predestinado, talentoso, inovador, radical, campeão. Qualidades não faltam para a trajetória de Gabriel Medina, o maior ídolo do surf brasileiro na atualidade, o primeiro surfista do Brasil campeão mundial profissional. A história de Gabriel Medina se mistura com o mar desde a infância. Nascido em 22 de dezembro de 1993, começou a surfar efetivamente aos nove anos, influenciado por seu pai, Charles Saldanha, na Praia de Maresias, em São Sebastião.

O primeiro título de destaque nacional veio aos 11 anos no Rip Curl Grom Search, na categoria sub12, em Búzios/RJ, despertando o interesse da marca que viria a ser sua patrocinadora master. Depois, despontou em vários campeonatos de expressão, como Brasileiro Amador e o Paulista.

Sua primeira conquista no exterior foi o segundo lugar no Volcom Sub14, na Califórnia, e depois vice-campeão no Mundial Amador sub16, no Equador. Em julho de 2009, Gabriel assinou contrato com a Rip Curl e iniciou a carreira profissional. Dez dias depois venceu a etapa do Mundial, no Brasil, ganhando projeção.

Em 2011 veio a sequência que o garantiu na elite mundial, o QS 6 estrelas Prime em Imbituba/SC, os dois QS 6 estrelas na França e na Espanha. Além disso, uma vitória na etapa do Mundial Pro Júnior, também em ondas francesas.

Ingressou no CT no meio de 2011, com apenas 17 anos, o mais jovem até hoje e surpreendeu já vencendo duas etapas, na França e nos Estados Unidos. Em paralelo, foi campeão mundial Pro-Júnior, também pela World Surf League (WSL), em 2013, comemorando o título no Brasil, na Praia da Joaquina, em Florianópolis/SC.

No ano seguinte, o sonhado título mundial, o primeiro de um brasileiro. A data foi 19 de dezembro de 2014 e de forma mais do que convincente, com três vitórias em etapas e superando os ícones Kelly Slater e Mick Fanning. Em 2015 disputou o título mundial até a etapa final no Havaí, terminando em terceiro lugar e com o título da Tríplice Coroa Havaiana, sendo o primeiro brasileiro a conquistar essa disputa especial.

INSTITUTO – Junto à carreira como competidor, Gabriel Medina vai escrevendo mais um capítulo em sua história. Em 2017,  o Instituto Gabriel Medina (IGM) iniciou as suas atividades em Maresias, onde ele sempre morou e aprendeu a surfar. Idealizada pelo próprio surfista, junto com sua família, a instituição tem como objetivo aplicar a mesma metodologia de treinamento aos novos talentos empregada no ídolo esportivo para alcançar o posto de número 1 do Mundo. Acesse www.institutogm10.com.br para saber mais.

Até agora, foram sete vitórias na elite mundial. Acompanhe:

  1. 2011 – Rip Curl Pro Search – São Francisco/Estados Unidos
  2. 2011 – Quiksilver Pro France – Hossegor/França
  3. 2014 – Quiksilver Pro Gold Coast – Snapper Rocks/Austrália
  4. 2014 – Fiji Pro – Tavarua/Fiji
  5. 2014 – Billabong Pro Tahiti – Teahupoo/Taiti
  6. 2015 – Quiksilver Pro France – Hossegor/França
  7. 2016 – Fiji Pro – Tavarua/Fiji

Confira cada temporada de Gabriel Medina na elite mundial:

2011

Rip Curl Pro Bells Beach – Austrália – 25º lugar (convidado)

Hurley Pro Trestles – Estados Unidos – 13º lugar

Quiksilver Pro France – França – 1º lugar

Mouche Rip Curl Pro – Portugal – 13º lugar

Rip Curl Pro Search – Estados Unidos – 1º lugar

Billabong Pipe Masters – Havaí – 5º lugar

12º lugar no ranking – 28.700 pontos

2012

Quiksilver Pro Gold Coast – Austrália – 25º lugar

Rip Curl Pro Bells Beach – Austrália – 13º lugar

Oi Rio Pro – Brasil – 25º lugar

Fiji Pro – Fiji – 2º lugar

Billabong Pro Teahupoo – Taiti – 5º lugar

Hurley Pro Trestles – Estados Unidos – 9º lugar

Quiksilver Pro France – França – 5º lugar

Rip Curl Pro – Portugal – 2º lugar

O’Neill Coldwater Classic – Estados Unidos – 5º lugar

Billabong Pipe Masters – Havaí – 9º lugar

7º colocado no ranking – 41.350 pontos

2013

Quiksilver Pro Gold Coast – Austrália – 13º lugar

Rip Curl Pro Bells Beach – Austrália – 13º lugar

Oi Rio Pro – Brasil – 3º lugar

Fiji Pro – Fiji – 25º lugar

Billabong Pro Teahupoo – Taiti – 13º lugar

Hurley Pro Trestles – Estados Unidos – 13º lugar

Quiksilver Pro France – França – 2º lugar

Rip Curl Pro – Portugal – 25º lugar

Oakley Pro Bali – Indonésia – 13º lugar

Billabong Pipe Masters – Havaí – 13º lugar

14º colocado no ranking – 25.000 pontos

2014

Quiksilver Pro Gold Coast – Austrália – 1º lugar

Rip Curl Pro Bells Beach – Austrália – 9º lugar

Drug Aware Margaret River Pro – Austrália – 5º lugar

Oi Rio Pro – Brasil – 13º lugar

J-Bay Open – África do Sul – 5º lugar

Fiji Pro – Fiji – 1º lugar

Billabong Pro Teahupoo – Taiti – 1º lugar

Hurley Pro Trestles – Estados Unidos – 5º lugar

Quiksilver Pro France – França – 5º lugar

Rip Curl Pro – Portugal – 13º lugar

Billabong Pipe Masters – Havaí – 2º lugar

Campeão mundial – 62.800 pontos

2015

Quiksilver Pro Gold Coast – Austrália – 13º lugar

Rip Curl Pro Bells Beach – Austrália – 5º lugar

Drug Aware Margaret River Pro – Austrália – 25º lugar

Oi Rio Pro – Brasil – 13º lugar

J-Bay Open – África do Sul – 5º lugar

Fiji Pro – Fiji – 13º lugar

Billabong Pro Teahupoo – Taiti – 2º lugar

Hurley Pro Trestles – Estados Unidos – 3º lugar

Quiksilver Pro France – França – 1º lugar

Rip Curl Pro – Portugal – 5º lugar

Billabong Pipe Masters – Havaí – 2º lugar

3º colocado no ranking – 43.350 pontos

 

2016

Quiksilver Pro Gold Coast – Austrália – 13º lugar

Rip Curl Pro Bells Beach – Austrália – 13º lugar

Drug Aware Margaret River Pro – Austrália – 9º lugar

Oi Rio Pro – Brasil – 3º lugar

J-Bay Open – África do Sul – 5º lugar

Fiji Pro – Fiji – 1º lugar

Billabong Pro Teahupoo – Taiti – 3º lugar

Hurley Pro Trestles – Estados Unidos – 13º lugar

Quiksilver Pro France – França – 2º lugar

Rip Curl Pro – Portugal – 13º lugar

Billabong Pipe Masters – Havaí – 13º lugar

3º colocado no ranking – 45.450 pontos

 

2017

Quiksilver Pro Gold Coast – Austrália – 3º lugar

Drug Aware Margaret River Pro – Austrália – 25º lugar

Rip Curl Pro Bells Beach – Austrália – 13º lugar

Oi Rio Pro – Brasil – 9º lugar

Outerknown Fiji Pro – 13º lugar

Corona Open J-Bay – África do Sul – 3º lugar

Billabong Pro Tahiti – 2º lugar

Hurley Pro at Trestles – 13º lugar

Quiksilver Pro France – 1º lugar

Meo Rip Curl Pro Portugal – 1º lugar

 

Medina Campeão Mundial

Youtube

Medina Campeão Mundial

Youtube

Gabriel puxou multidões no Hang Loose Pro Contest – Florianópolis.

YOUTUBE

2016

Guaraná Antarctica Black – Gabriel Medina

Youtube

Campanha #ContaComigoMedina da Coppertone, ajuda o Instituto Gabriel Medina – 2016

YOUTUBE

Conheça o Instituto Gabriel Medina
#VAIMEDINA
RUMO AO BI
#VAIMEDINA
RUMO AO BI
GabrielMedina_foto Aleko Stergiou (10)
10 Out

Gabriel Medina quer outro bom resultado na França e segue acreditando no bi mundial

Atual oitavo colocado do ranking da World Surf League (WSL), Gabriel disputa a nona etapa do Tour confiante.

02 Out

Gabriel Medina antecipa o Dia das Crianças e entrega mais de 500 brinquedos em Maresias

20 Set

Medina segue fazendo história e é o campeão do Future Classic

09 Ago

Medina luta por bi no Taiti e quer seguir na briga por novo título mundial

26 Abr

Gabriel intensifica tratamento no Brasil

16 Mar

NOTA OFICIAL: Gabriel Medina confirma presença no Round 3

02 Mar

Gabriel Medina segue para a Austrália em busca do bi mundial

22 Fev

Focado, Gabriel Medina treina forte para Austrália

31 Jan

Gabriel Medina inaugura o seu Instituto

16 Jan

Gabriel Medina grava campanha do Ministério do Esporte e fala de seu Instituto

05 Jan

Promoção da saúde será uma das prioridades no IGM

Gustavo Kuerten

"Conheci um menino, na época com 15 anos, que tinha algo diferente, um brilho nos olhos que possibilitava enxergar tão longe e tão alto o que pouca gente percebia naquele momento. Um garoto intrigante, destemido, audacioso, que já sabia bem o que queria e como queria. Queria muito e mais do que muitos, com toda aquela força e paixão. Estava ali, bem na minha frente, uma alma de campeão."

Kelly Slater

"Parabéns ao Gabriel Medina. É mais determinado e faminto por vitória que qualquer outro surfista. É completo: combina aéreos, tubos e rasgadas."

Felipe Nasr

"É um super atleta, pessoa super do bem. Deixou tanta inspiração para a molecada. É um super talento, o brasileiro reconhece isso e já se tornou um ídolo do esporte. O que conheço do Gabriel, da família, das pessoas que estão com ele, é realmente esse time que coloca todos para frente. Conheci o Gabriel 4, 5 anos atrás e ele continua o mesmo cara. Isso é legal e ele passar esses valores para o Mundo."

Neymar Jr.

"Ele é muito focado e sabe o que quer para sua vida e carreira. A pressão sempre vai existir para um atleta que está competindo. A ansiedade sempre vai te pegar, mas o nosso sonho fala mais alto.O Brasil sempre teve grandes atletas em todos os esportes e em todo o mundo. Para mim, conquistar algo grande é a melhor coisa que pode acontecer a um atleta de nível internacional. Para nós, brasileiros, ter alguém como o Medina no surf, é simplesmente maravilhoso."

shop giày nữthời trang f5Responsive WordPress Themenha cap 4 nong thongiay cao gotgiay nu 2015mau biet thu deptoc dephouse beautifulgiay the thao nugiay luoi nutạp chí phụ nữhardware resourcesshop giày lườithời trang nam hàn quốcgiày hàn quốcgiày nam 2015shop giày onlineáo sơ mi hàn quốcf5 fashionshop thời trang nam nữdiễn đàn người tiêu dùngdiễn đàn thời tranggiày thể thao nữ hcm